Como emitir NFC-e: passo a passo e obrigatoriedade

A Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) é um tipo de documento eletrônico criada para automatizar a emissão do cupom fiscal pelos varejistas, substituindo os cupons emitidos pelo Equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF) e a Nota Fiscal modelo 2.

Sua implantação vem sendo feito gradativamente, contemplando diferentes segmentos e tipos de empresa por vez. Em alguns estados, ela já é obrigatória. Para entender melhor seu funcionamento e função, é preciso conhecer suas vantagens e como emitir NFC-e.

Vantagens da NFC-e

A utilização da NFC-e traz uma série de vantagens tanto para as empresas quanto para o governo e para a sociedade em geral. Do lado das empresas, as principais são:

– Economia de papel, com a diminuição do uso de impressora.
– Economia com armazenamento de documentos.
– Redução de custos com a dispensa de equipamento fiscal.
– Mais agilidade nos processos, graças ao ambiente on-line.
– Simplificação das obrigações tributárias.
– Redução da bitributação.

Como emitir NFC-e

A emissão da NFC-e é um processo relativamente simples e totalmente automatizado. Basta preencher os seguintes requisitos:
1. Instalar um sistema emissor de NFC-e.
2. Possuir um Certificado Digital de Pessoa Jurídica no padrão ICP-Brasil.
3. Fazer o credenciamento na SEFAZ.
4. Possuir um Código de Segurança do Contribuinte (CSC).
5. Ter a inscrição estadual regularizada.

Saiba como emitir NFC-e com o Certificado Digital

O Certificado Digital é o que garante que a NFC-e emitida pela sua empresa é autêntica. Você pode adquiri-lo em uma Autoridade Certificadora. A SEFAZ aceita os tipos A1 (arquivo) ou A3 (cartão ou token). Veja com seu fornecedor qual o modelo mais adequado para a sua empresa.

Código de Segurança do Contribuinte – CSC

O CSC é um código alfanumérico fornecido pela SEFAZ ao contribuinte no momento em que defere o pedido de acesso ao ambiente de teste ou produção. Esse código garante a autenticidade do DANFE NFC-e (representação simplificada da NFC-e) e deve ser cadastrado no seu software emissor antes de emitir a primeira nota fiscal.

Obrigatoriedade

De acordo com o Governo Federal, a fase-piloto foi um sucesso e todos aprenderam como emitir NFC-e perfeitamente. Começa agora o processo de massificação, com a chamadas determinando sua obrigatoriedade. Cada calendário, bem como regras e procedimentos são diferentes de estado para estado. Assim, em alguns lugares o calendário já foi concluído, enquanto em outros ainda está em andamento.

Para obter informações atualizadas sobre o seu estado, demais requisitos e procedimentos, você deve consultar a Secretaria da Fazenda (SEFAZ) estadual.

Sistema emissor de NFC-e

Na hora de escolher o software para emissão da NFC-e, procure sistemas adequados ao ramo de atuação e ao porte da sua empresa fabricados por empresas de confiança.

O myrp realiza a emissão de todos os documentos fiscais eletrônicos com total agilidade e é dividido em módulos, permitindo que você customize o sistema de acordo com as suas necessidades.

Para saber mais detalhes sobre como emitir NFC-e, baixe nosso e-book gratuito “Como emitir NFC-e”. É gratuito: http://conteudo.myrp.com.br/ebook-como-emitir-nfce

Como emitir NFC-e com o myrp

Para você entender como o myrp é fácil de usar e torna a sua emissão de documentos fiscais muito mais eficiente, vamos ensinar passo a passo como emitir NFC-e.

Primeiro, clique no ícone “Nova Venda” para registrar uma nova venda.

001

Uma tela com três campos irá surgir: Nome, Código e Referência do Produto. Preencha um deles para o sistema buscar seu produto e depois pressione Enter para ele ser adicionado à lista.

002

Se você quiser adicionar mais de uma quantidade de um produto, preencha o campo Quantidade antes de preencher os dados do produto.

003

Para cancelar um item, encontre-o na listagem e clique no ícone de lixeira no canto direito, no final da linha.

004

Para alterar a quantidade do produto depois de adicioná-lo na nota, clique no lápis (Editar) ao final da linha do produto, acima do ícone da lixeira.

005

Altere o valor do campo Quantidade e clique em “Aplicar”.

006

Após adicionar todos os produtos, você pode adicionar o vendedor, clicando no ícone vendedor.
007

Selecione o vendedor e ele será vinculado a esta venda.
008

Se não quiser selecionar um vendedor clique em “Sem Vendedor” no final da lista.

009

Para adicionar um cliente já cadastrado, clique no ícone “Selecionar Consumidor”.
010

Você pode buscar os consumidores por nome ou CPF/CNPJ. Aperte Enter para ver o resultado da busca.

011

Clique sobre o cliente que você está buscando para vinculá-lo à venda. Se o cliente não estiver cadastro, mas ele solicitar o CPF na nota, basta preencher o CPF logo depois, nas Condições de Pagamento.

012

Se quiser tirar o consumidor da venda ou deixa-la sem consumidor, clique em “Sem Consumidor” no final da lista.

013

Clique no botão “Pagamento” para definir como será recebido o valor da venda.

014

Selecione a forma de pagamento do cliente, dinheiro, cartão de crédito, etc.

015

Altere o valor, se desejar.

016

Você poderá colocar quantas condições de pagamento forem necessárias.

017

Se quiser dar um desconto, selecione a condição de pagamento Desconto, no ícone da porcentagem (%).

018

Coloque o valor ou o percentual de desconto que será aplicado.

019

Quando todo o valor estiver pago, aparecerá a informação para colocar o CPF ou CNPJ na nota. Preencha se quiser.

020

No campo E-mail você pode colocar um endereço de e-mail para enviar eletronicamente o documento ao cliente. Para isso, clique em “Adicionar”.

021

Clique em “Finalizar” e pronto.

022

Sua venda foi finalizada com sucesso. Verifique o valor do troco se houver.

023

Para fazer uma nova venda, clique no botão “Nova Venda”.

024

Ou clique em “Tela Inicial” para voltar ao início.

025

Agora você já sabe como emitir NFC-e com o myrp. Viu como é fácil? Fale conosco e comece já a usar nosso sistema para facilitar sua vida!

Faça um teste gratuito do myrp aqui.