Gestão empresarial: O que é e como fazer na sua empresa

194

O empreendedorismo está na moda. Nunca se falou tanto no assunto. Telejornais, blogs, portais de notícias, realities shows na televisão… em todo lugar, alguém tem alguma coisa nova a dizer sobre o sonho de abrir o próprio negócio.

E ainda assim, velhos erros continuam a serem cometidos. Um deles é a falha dos empreendedores em construir uma gestão empresarial eficiente. Muita gente entra no ramo motivado por paixão e esquece que os bastidores de um negócio são bem mais complexos. A pessoa sonha em servir hambúrgueres e acaba tendo que lidar com estoque, fluxo de caixa, regime de tributação, etc.

Para que você não caia nessa armadilha, separamos algumas dicas que vão lhe ajudar a entender o que significa uma gestão empresarial na prática e como aplicá-la na sua empresa.

O que é gestão empresarial?

O conceito de gestão empresarial é bastante simples de ser definido: é o conjunto de estratégias e ações desenvolvidas utilizando os recursos da empresa para alcançar resultados melhores e crescer. Já a sua aplicação é um pouco mais complexa. É preciso ter uma visão ampla e bastante conhecimento dos procedimentos internos do negócio e do mercado.


Os 4 Ps da Gestão Empresarial

Existem várias formas de abordar a gestão de um negócio. Uma das mais conhecidas é a dos 4 Ps: Planejamento, Processos, Pessoas e Projetos. O maior desafio para um empreendedor é entender exatamente o que significam e a melhor maneira de fazer com que funcionem de maneira integrada. Vamos conhecer melhor cada um deles:

Planejamento

É o primeiro passo para qualquer negócio. O Planejamento engloba tudo que você precisa saber antes mesmo de entrar no mercado. Ele define o diferencial do seu negócio, como sua empresa vai se posicionar no mercado e com que objetivo. É o guia geral para todo o trabalho que será desenvolvido em seguida.

Processos

É tudo que vai ser feito para que o objetivo definido no Planejamento seja alcançado – o “como fazer”. O maior desafio nessa etapa é definir ações que tragam o resultado esperado. Para isso, são utilizados diversos indicadores de desempenho, que analisam cada uma das ações e fornecem dados detalhados sobre sua eficácia.

Pessoas

As ferramentas mais importantes de uma empresa são seus colaboradores. Tudo que será produzido depende do desempenho deles. Por isso, é essencial ter uma ótima Gestão de Pessoas. Esse trabalho começa logo na fase de seleção, com a escolha de candidatos que, além de capacitados para a função, possuam também o perfil da empresa.

É fundamental exercer uma postura de líder na hora de comandar sua equipe. Criar um bom ambiente de trabalho, motivar e inspirar os profissionais colabora para que eles alcancem os melhores resultados possíveis, facilitando na conquista das metas propostas.

Projetos

É a reunião de especialistas de cada setor para criar, adequar ou implantar os processos da empresa. Uma vez definidos os objetivos e as ações para alcançá-los, os projetos internos são esforços integrados dos profissionais para analisar o andamento dos processos e promover soluções ou melhorias.

Mas para que a aplicação dos 4 Ps funcione, não basta apenas defini-los. Como todo outro processo da sua empresa, você precisa também avaliar e controlar seus resultados através de indicadores de desempenho específicios.

Indicadores de Desempenho

Normalmente, as empresas utilizam dois tipos de indicadores de desempenho: os de Processo e os Estratégicos.

– Indicadores de Desempenho de Processo

Conhecidos como KPI (Key Performance Indicators), esses indicadores são quantificáveis por meio de um índice, representado por um número, que mede andamento de um processo ou parte dele.

Existem vários tipos de KPI, sendo alguns dos mais comuns os de Eficiência, Qualidade, Produtividade, Lucratividade e Valor.

Ex.: um indicador de qualidade mede a relação entre tudo que foi produzido e a produção que estava adequada ao uso, sem defeitos. Se de 100 peças produzidas 96 estavam adequadas, concluímos que a qualidade da produção é de 96%.

– Indicadores de Desempenho Estratégico

Analisa a capacidade da empresa de cumprir seus objetivos estratégicos. Uma das ferramentas mais conhecidas é o Balanced Scorecard (BSC).

O BSC oferece uma visão integrada do negócio para a definição de estratégias de gestão analisando quatro principais perspectivas:

Processos: identifica e mapeia os processos essenciais para a empresa, sempre buscando a melhoria contínua.
Clientes: analisa o desempenho da empresa com base no índice de satisfação dos clientes.
Finanças: busca o retorno financeiro dos investimentos realizados.
Crescimento: analisa a estrutura da empresa para definir onde se deve investir em melhorias e desenvolvimento para garantir o crescimento em médio e longo prazo.

Como fica claro nesse artigo, a Gestão Empresarial é um processo complexo e cheio de detalhes que exige um trabalho constante. As noções que mostramos aqui vão permitir que você estruture seu negócio, mas ainda há muito que pode – e deve – ser feito.

Com o myrp, você otimiza a gestão da sua empresa de maneira simples e prática, gerenciando os detalhes de todos os setores de maneira integrada. Pode contar conosco pra fazer a sua empresa crescer.