A importância do networking na vida empresarial

O networking é um termo muito utilizado no meio empresarial e se refere à rede de contatos profissionais de uma pessoa. Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, sua relevância como uma ferramenta importante para ajudar você a avançar na carreira vem aumentando significativamente.

É importante destacar que networking não é simplesmente usar pessoas que você conhece para ir pulando de emprego para emprego seguidamente; na verdade, ele serve para conciliar suas necessidades atuais com as oportunidades que a sua rede apresenta pra você. A ideia é que as pessoas do seu network lembrem de você quando tiverem alguma necessidade pontual que você possa suprir.

O networking em números

No meio profissional, a prática é considerada importante, mas, ainda assim, é deixada de lado por grande parte dos profissionais, o que os leva até a perder oportunidades de trabalho. Essa é uma das informações levantadas pela Escola de Negócios de Phoenix, nos EUA, que em 2015 realizou uma pesquisa sobre networking com cerca de dois mil profissionais. Alguns dados interessantes:
– 89% dos entrevistados considerava o networking importante para avançar na carreira.
– 53% admitiram que faziam pouco ou nada para aumentar sua rede de contatos.
– 27% dos que disseram não se dedicar ao networking já perderam uma oportunidade de emprego por causa disso.
– Dos que se esforçavam para fazer networking, 32% disseram que receberam ofertas de emprego por isso e 23% foram apoiados por superiores dentro da empresa.

Entre as razões citadas para não se dedicar ao networking, os profissionais citaram falta de oportunidades (27%) e o desconhecimento de como fazer (25%) como os principais motivos. Também foram mencionadas a falta de confiança na própria capacidade e de tempo no dia a dia. Já o espaço mais comum para a prática, segundo eles, são as redes sociais (50%), além de congressos da área e happy hours.

O que vale não é a quantidade, mas a qualidade

Um bom networking, que realmente vai fazer a diferença na sua vida profissional, não é medido pelo número de conexões. De nada adianta você entrar numa rede social como o Linkedin ou o Facebook e sair adicionando desconhecidos a esmo nem distribuir centenas de cartões de visita para qualquer estranho que esbarra com você em eventos.

Para criar uma rede de contatos eficiente, você precisa considerar alguns fatores. Foque sua atenção em quem que de alguma forma compartilha algum tipo de afinidade com você: área profissional, experiência ou ambições profissionais, por exemplo. Prefira também pessoas que que tenham amigos e/ou conhecidos em comum com você. Isso facilitará sua aproximação e tornará seu vínculo mais forte.

Tenha interesse das pessoas. De verdade

Sob um olhar superficial, o networking pode parecer uma situação em que um profissional se aproveita do outro. Essa afirmação não poderia estar mais errada. Sua relação com sua rede de contas é a de troca, de experiência, informações, e claro, oportunidades. É evidente que existem interesseiros, pessoas que aparecem do nada pedindo favores em oferecer nada em troca, com abordagens puramente comerciais e aplicando o famoso “carteiraço” no estilo “você sabe de quem eu sou amigo?”, mas elas não representam em nada o que diz o conceito de networking.

Um profissional que realmente deseja construir um network sólido é interessado. É isso que o diferencia dos aproveitadores citados acima. Ele ouve, entende as qualidades das pessoas a sua volta e absorve suas experiências. É isso que você precisa procurar – e também oferecer – nos seus contatos.

Saiba manter seu networking

É simples manter contato com as pessoas e colegas que você encontra com frequência, como no trabalho ou na academia, por exemplo. Mas contatos mais distantes, como um fornecedor que você conheceu num evento, vão exigir uma atenção especial para que continuem relevantes na sua rede.

Procure compartilhar assuntos que interessam a ambos em suas redes sociais. Quando tiver a chance, envie notícias de interesse dos seus contatos diretamente para eles. Isso mostra para a pessoa que você a considera um parceiro e inspira confiança. Você também pode dar sua opinião em posts sobre sua área de trabalhou ou interesse, mas lembre-se: esses comentários têm objetivo profissional e exigem uma certa etiqueta. Evite mensagens mal escritas, discussões acaloradas e nunca, jamais, destrate alguém.

Criar e manter um networking é um trabalho demorado, feito com paciência, pouco a pouco. Mas a partir do momento que você o inclui na sua rotina, torna-se uma atividade natural e gratificante. Procure dedicar um pouco do seu tempo todos os dias para aumentar sua rede de contatos e fique atento às oportunidades. Bom trabalho!